14,80

SKU: PA0419-01 Categories: ,
   

Navalha Eco L Temática Cutelaria Martins

  • Bombeiro: Assume a forma de tributo porque é uma das profissões mais exigentes, pois significa ter a vida em risco todos os dias. Ser um bombeiro é ser um anjo da guarda, é ser a pessoa que faz a diferença na vida de muitas outras. Além disso, é ser um eterno aprendiz, a cada trabalho uma nova lição.
  • Ciclismo: Enquanto atividade promotora de saúde e bem estar, quando praticado em grupo, proporciona também excelentes momentos de convívio. É nesse contexto, que a navalha do Ciclista, ganha destaque, tornando-se num elemento de cumplicidade transversal a todo o grupo.
  • Motard: Foi concebida para homenagear todos aqueles que nutrem paixão pelo motociclismo e que geralmente participam em atividades de grupo com quem partilha o mesmo gosto.
    É nesse contexto, que a navalha ganha destaque, tornando-se num objeto de cumplicidade transversal aos amantes das duas “rodas”.
  • Pesca: Esta peça foi desenvolvida para um uso intensivo e está dotada de uma lâmina em aço inox [420 Mova] e um punho em madeira de Bubinga com sistema de bloqueio giratório de lâmina, [Giroblock].
  • Apicultura: Nasce da conjugação de vontades entre a Casa do Barqueiro e a Cutelaria Martins, de forma a homenagear o trabalho de todos aqueles que com paixão e empenho nos dão a conhecer a nobreza do MEL.
  • Caça: Imprescindível na indumentária de um Caçador, assume-se como fiel companheira ao longo de todo o dia. Mas é no final da jornada que ganha destaque, ajudando o Caçador a enfrentar os seus “perigos reais ou imaginários” de uma merenda entre amigos.
  • Agricultura: Nasce para homenagear todos aqueles que nutrem paixão pela “arte de cultivar a terra”.
    Com o punho em madeira de nogueira, a lâmina em Inox [AISI 420 mova] e o bloqueio giratório de lâmina, esta peça assume a evolução da navalha Transmontana plena de alma e a identidade.
  • Vinho e vinha: Assume a relevância de uma ferramenta essencial, distintiva e multifuncional da cultura vinícola. Através dela, veneramos os produtores de vinho e todos os trabalhadores que se dedicam a essa atividade, enaltecendo o trabalho árduo e a dedicação que são necessários para produzir uvas de qualidade e transformá-las em vinho.
    O vinho, enquanto “néctar dos Deuses”, faz parte da cultura de muitos países e é apreciado em todo o mundo, sendo um símbolo de tradição e celebração, muitas vezes ladeado pela navalha especialmente em convívios de amigos.
  • Amizade: Nasce como forma de expressão e comemoração da afetividade, para com aqueles que por alguma razão se encontrem limitados no seu contacto físico.
    Na ausência de um abraço sentido ou um aperto de mão empolgado, podemos desta maneira tocar alguém com a nossa amizade.

Lâmina em aço inox [420 Mova] . Comprimento da lâmina: 95 mm. Fornecido em caixa individual litografada com o respetivo tema.

Também pode gostar…